A macaca e o quadrilátero da esquisitice

janeiro 25, 2011

Fotos Internet
 
 

Capítulo de hoje: o mundo está cada vez mais ro-ro-ro (eco do quadrilátero)

A macaca encosta a cabeça no tronco de seu aposento e resmunga: – Parece piada. Mas não é. Os jornais diários estampam manchetes do mundo cão sem dono. – Onde já se viu um ex-governante receber benefícios vitalícios mesmo tendo exercido o cargo por irrisórios 10 dias?Chega a beirar o absurdo de tão surreal. O Estado pesa nos ombros e onera os bolsos do contribuinte brasileiro em níveis descarados. A torneira aberta nas fuças da população não cessa a jorrar fortunas usadas para cobrir gastos de políticos que fizeram do serviço público uma profissão de carreira. Quantos ex-governadores, ex-presidentes, ex-ministros e ex (de tudo um pouco) existem no País? Pois as pensões destes cidadãos variam, para o resto de suas vidas, de R$ 15 mil a R$ 24 mil. Não suficiente, as mesmas são estendidas aos parentes do titular após registro de seu óbito. – Acredite se quiser. Quá!

Em Santa Catarina, a filha do ex-governador Hercílio Luz, morto em 1924, recebe do Governo uma quantia mensal de milhares de reais desde o falecimento do pai. No Rio Grande do Sul, o senador Pedro Simon tem, ou tinha, já que admite rever o pedido, a intenção de somar ao seu salário atual – de R$ 26,7 mil –, R$ 24 mil correspondentes ao valor de sua aposentadoria como ex-governador. – Por que ele ficaria fora da boquinha? Todos sabem que políticos custam aos cofres da Viúva, para utilizar um termo de Elio Gaspari, mais de R$ 100 mil por mês. A lista é extensa e inclui fartos adicionais, além do direito à moradia, a automóvel, a motorista, a combustível, a passagens aéreas, à hospedagem, à alimentação e a praticamente tudo. – Onde isso vai parar?, pensou ao virar a folha e pah, mais um título escandaloso: Obama cobra China por direitos humanos.

– Quadrilátero-ro-ro-ro-ro (eco). Ah! Ah! Ah! Eu me divirto com humanos. A cara de pau de uns não inibe a falta de vergonha de outros. Responda se puder: quem é Barack Obama para pressionar Hu Jintao no que diz respeito a direitos humanos? O presidente de um país que, para o “bem da humanidade”, aniquila povos mundo afora tem propriedade para exigir o que do presidente da China? Claro, os heróis do universo (tradução = norte-americanos) sempre deflagram guerras pela paz. Crã, crã. – Fala sério Mr. “King of the World”.

– Sim, os jornais estão de matar de rir. Ôpa, pera aí: ‘Baby Doc’ sugere volta à política no Haiti. Porta-voz de ex-ditador propõe anulação de 1º turno para que ele possa concorrer mesmo após o indiciamento. What? Ah! Ah! Ah! E esta criatura das trevas tem simpatizantes que empunham a sua foto estampada em medalhinhas de tamanho razoável. – Ai, Senhor, depois dessa, vou encerrar por hoje, senão não durmo. Ah! Ah! Ah!

A macaca, sem conter o riso, fecha o periódico e sai a exclamar:

– O mundo está mesmo cada vez mais ro-ro-ro (eco). Vixi!

Anúncios

6 Responses to “A macaca e o quadrilátero da esquisitice”

  1. eva Says:

    Carol, é triste mesmo esse nosso mundo. É de tal ordem que às vezes nos desanima. Fico a pensar, como inserir os nossos valores num mundo assim? Mas esse será o nosso desafio e acho que por isso seremos vencedores, mesmo que ninguém note…
    Valeu pela luta!

  2. Jorge Leberg Says:

    Este é o primeiro que leio da série Quadrilátero da esquisitice – dá a entender que é uma série, é isso mesmo? -, e afirmo-lhe que adorei logo de cara, tanto pela incorporação da personagem símia indignada quanto pela linha crítica impiedosa mas elegante, sem descambar ao baixo nível,embora eu também goste do estilo escroto de outros blogs que acompanho. Ficarei atento às próximas atualizações da série.

    Enquanto os cofres públicos desperdiçam milhares e até milhões, somando todo o montante anual, com políticos (nem digo “e ex-políticos”, porque parece que nesta classe o prefixo não se adequa), a educação anda uma porcaria (mas ignorância e senso crítico atrofiado é estratégico para boa parte destes sanguessugas, non é vero?), desigualdades sociais acentuadas (embora tenhamos que reconhecer os esforços e consequentes conquistas de Lula nesta área, em seu governo repleto de contradições porém inegavelmente melhor que os anteriores) e, para citar um exemplo mais atual e que se traduz pelos signos do caos e da emergência, as recentes tragédias ocasionadas pelas tempestades no RJ e em outros lugares: quantos não precisando de bens de consumos às toneladas, de uma moradia provisória decente, necessitando ser indenizados?

    Respondi ao teu coment no meu blog:
    http://jorge-leberg.livejournal.com/85937.html?view=316593#t316593

    Também elaborei um rol dos meus cantores favoritos, no Tumblr:
    http://jleberg.tumblr.com/tagged/TOP_10_cantores

    Abração!

    • Carolina Pinheiro Says:

      Oi, Jorge.
      Obrigada pelo comentário. Adorei! Para responder a sua pergunta: sim, A macaca e o quadrilátero da esquisitice é uma série de crônicas que tem espaço reservado na Grande Árvore. Ehehehehe! Como deve ter notado, a macaca, na verdade, é o meu alterego. Super bom que gostou. Abraço

      • Jorge Leberg Says:

        Mais outra réplica, inclusive te deixei umas dicas de navegação:

        http://jorge-leberg.livejournal.com/85937.html?view=317105#t317105

        E queria chamar a atenção também para seu comentário a respeito das exigências de Obama dirigidas à China. Incrível como o governo americano é hipócrita, e Obama pouco ou nada cumpre o que prometeu ou sugeriu em suas propostas políticas pré-presidência. Muitas coisas continuam do mesmo jeito, prisão de Guantánamo na ativa, mais soldados americanos enviados ao Iraque (a matança tanto financiada quanto diretamente causada pela Casa Branca e/ou pela economia americana no Oriente Médio não se configura praticamente, aliás, como genocídio?), desrespeitos aos direitos humanos quase como um “George W. Bush 2”, com a diferença “fundamental” de que o atual presidente hasteia a bandeira democrata. Sim, houve melhoras, mas não chegam nem à proporção de razoáveis. Barack Obama me iludiu, ou melhor, eu é que me iludi devido às esperanças desesperadas que ainda resistiam ao meu pessimismo; torci muito para que ele ganhasse, deveras crente de que um presidente negro, jovem e com pinta de renovador fosse mudar radicalmente o quadro político, diplomático e social americano. Pois é, cor, idade ou meros discursos, sem prática, não significam nada.

  3. Maria Clara Says:

    Eita, Mega! Cada dia mais afiada! MUITO BOM este texto! Realmente, é um absurdo o que políticos e EX-políticos custam aos cofres do governo. É brabo! E o Obama… c’mon, no comments! Engraçado o discurso de direitos humanos… não se aplica a tudo ou a todos… o que dizer da situação atual do Egito? Será que este papo de transição pacífica vai convencer? Putzzzz! Beijos! É ótimo parar por aqui! Sempre esclarecedor!

  4. Carolina Pinheiro Says:

    Olá, Mega.
    Fique sempre à vontade para saltar pelos galhos da morada macacal. Adoro receber as suas visitas. Sobre os abusos dos políticos brasileiros, uma vergonha. Representantes que legislam em causa própria a ponto de aumentar os seus salários de forma alucinada são capazes do que até Deus duvida. Quanto ao Obama e aos seus “esforços” para o alcance da paz universal, eis um belo exemplo de como o cinismo extrapola os limites do perdoável. Viu que ele ficou indignado quando soube das explosões dos movimentos populares no Egito? Tirou satisfação com os agentes norte-americanos responsáveis pela “apuração” das informações sobre o andar da carruagem naquela região: como não previram ou notaram a formação de tais movimentos? Eu pergunto: o que exatamente isso quer dizer? Que dúvida é essa? Só mesmo no quadrilátero. Ai, ai. Beijos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: